O que é White Label e quais as principais diferenças para a API

O que é White Label e quais as principais diferenças para a API

Com as novas tecnologias, qualquer empresa pode agregar serviços e soluções bancárias ao seu portfólio. Utilizando interfaces de programação e aplicações, que podem ser API’s próprias ou White Label.

Mas, qual é a melhor escolha? Qual a diferença entre uma API própria e White Label?

Entendendo a API

API é a sigla para as palavras inglesas Application Program Interface, ou, em tradução livre, aplicação de interface de programas.

Como o nome indica, são aplicações que possibilitam que rotinas, ferramentas de programação e protocolos interajam entre si, alcançando o resultado programado. E isso não é apenas para os serviços bancários, elas estão presentes em muitas tarefas.

Um exemplo do quotidiano, é o acesso a um aplicativo ou e-commerce com uma conta de Facebook. Neste caso, a API da loja ou app “conversa” com a API da rede social e permitem a conexão.

O mesmo acontece entre uma empresa e um banco para efetuar um pagamento ou outra operação bancária, ambas são realizadas por uma API.

As fintechs e demais empresas, podem optar por contratar profissionais para formar sua equipe interna de desenvolvimento da API, ou por uma empresa de tecnologia, que desenvolve APIs para diversos produtos bancários, realiza testes e atualizações e é responsável pela adequação às regras do Banco Central, para a regulamentação da fintech.

Na segunda opção, a empresa de tecnologia oferece um projeto usando as opções prontas para uso e obter uma gama de produtos personalizáveis, de acordo com as necessidades e objetivos da fintech, além de permitir a utilização de logomarcas, cores e padrões visuais.

A plataforma White Label

White Label significa “etiqueta branca” e seu nome explica muito bem sua utilização. Uma empresa de desenvolvimento de produtos e serviços, cria uma plataforma que pode ser personalizado e redistribuído, de forma escalável, para outras empresas utilizarem.

Uma plataforma banking White Label funciona através de aplicações do BaaS – Banking as a Service, que são integradas por APIs.

Em poucas palavras, uma empresa desenvolve a plataforma de serviços bancários e outras utilizam essa plataforma com suas logomarcas, cores e personalizações.

Assim, com uma plataforma White Label, é possível disponibilizar todos os serviços bancários, com a vantagem de ter personalização tanto em cores e logos, quanto nos serviços que serão utilizados no aplicativo.

API própria X White Label

Conheça as principais diferenças entre uma plataforma White Label e uma API desenvolvida pela própria empresa.

Para saber qual é a mais vantajosa para a fintech, o empreendedor deve primeiro determinar suas metas de negócios respondendo algumas perguntas básicas, como:

  • Você precisa de um negócio totalmente gerenciável?
  • Você está procurando uma solução rápida e pronta para monetizar?
  • Sua fintech precisa estar preparada para oferecer mais serviços e produtos?

API BaaS Live On

A Live On Solutions tem um banco digital White Labelcom umaSuper API, para a fintech oferecer os melhores serviços bancários e customizando com as cores e marcas.

O caminho para o sucesso é sempre desafiador, mas com White Label e APi’s Live On, a fintech vai monetizar, fidelizar seus clientes e ser destaque em seu nicho de mercado. 

Para finalizar, a solução White Label é ideal para quem deseja estar mais atento ao lado do gerenciamento de marketing e branding do negócio, deixando ao provedor de softwares as operações e manutenção de toda a parte técnica.

Deixe uma resposta