Um ano de Pix e novas modalidades

Um ano de Pix e novas modalidades
Imagem: Freepik

Por Equipe LiveOn

Meio de pagamento instantâneo lançado em 2020, no mês de novembro o Pix comemorou um ano de operação e um pouco antes, em setembro, alcançou o posto de segundo meio mais utilizado no Brasil, ficando atrás somente do dinheiro.

No último dia 29, o Banco Central lançou duas novas modalidades ao pagamento instantâneo: o Pix saque e o Pix troco. Trazendo a possibilidade de obter dinheiro em espécie, em estabelecimentos comerciais em que o cliente já está habituado a fazer compras.

Saques: para realizar um saque, o cliente envia um Pix para o estabelecimento, com a mesma jornada de um comum. A diferença fica por conta do repasse feito pelo comércio através de dinheiro em espécie.

Troco: já o Pix troco funciona praticamente da mesma maneira, porém o cliente poderá fazer um pagamento maior pelo produto e receber o troco do estabelecimento.

As novas modalidades também estão acompanhadas de limites com relação a valores e horários, podendo ser de até R$500,00 durante o dia e R$100,00 no período noturno, entre 20h e 6h. Entretanto, os estabelecimentos podem escolher disponibilizarem limites mais baixos para ambas as transações.

Essas são as inovações propostas pelo Banco Central, ancorado ao sucesso do Pix, sua rápida adaptação e aceitação por parte da população brasileira. O que se espera, é que mais mudanças neste meio de pagamento, entre outras criações venham a surgir com o tempo, buscando sempre unir a praticidade e a segurança nas transações financeiras.

Deixe uma resposta