De open banking para open finance: o que mudou e mudará.

De open banking para open finance: o que mudou e mudará.

Por equipe LiveOn.

Após o avanço para a segunda fase do open banking, uma ampliação foi projetada pelo Banco Central e será lançada até o final do mês de outubro, segundo o próprio Bacen.

Trata-se do open finance, um sistema que promete englobar diversas instituições, como corretoras, previdências e companhias de câmbio. O mecanismo é o mesmo, o usuário continua tendo o poder de compartilhar seus dados com outras instituições, porém nesse novo formato, abrange demais setores.

Essas alterações se devem pelas transformações ocorridas durante os estudos para a criação das fases do open banking, onde se mostrou mais adequado, tanto para os usuários, quanto para os produtos financeiros, assim, tornou-se mais justo e viável, incluir o sistema financeiro como um todo, abrindo opções e disputas benéficas para todos.

Há muito tempo, existia a necessidade de atualização do sistema financeiro no Brasil. A chegada do open banking e sua evolução para o open finance são passos de extrema importância para o desenvolvimento não só dos usuários, mas também de produtos e instituições, contribuindo de maneira direta para o crescimento econômico do país.

Deixe uma resposta